Bem vindo ao Universo, fórum de discussão sobre Astronomia. Aprenda mais sobre o universo e participe da nossa comunidade.
 
InícioPortalFAQBuscarRegistrar-seMembrosGruposConectar-se

Compartilhe | 
 

 Fóssil Cósmico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
brunoanime
Aprendiz
Aprendiz
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 17
Idade : 21
Data de inscrição : 12/12/2010

MensagemAssunto: Fóssil Cósmico   Seg Out 31, 2011 2:40 pm

O asteroide Lutécia (21 Lutetia) é um verdadeiro fóssil cósmico: várias áreas da sua superfície têm cerca de 3,6 bilhões de anos, sendo, portanto, algumas das mais antigas do Sistema Solar.

E sua altíssima densidade - superior à do granito - significa que o Lutécia é um planetesimal, o primeiro estágio de desenvolvimento no caminho de se tornar um planeta.

Estas descobertas foram feitas por uma equipe liderada por astrônomos do Instituto Max Planck, na Alemanha, depois de analisarem as imagens coletas pela sonda espacial Rosetta, que visitou o asteroide Lutécia em 2010.

Planetesimal e proto-planeta

Cerca de 4,5 bilhões de anos atrás, o Sistema Solar era totalmente diferente do que é hoje: em vez dos oito planetas grandes, havia inicialmente uma nuvem e, mais tarde, um disco de gás e poeira que orbitava o Sol recém-formado.

Esta matéria gradualmente se amalgamou para formar nódulos de formatos irregulares, os chamados planetesimais.

Alguns deles se fundiram até formar rochas ainda maiores, os proto-planetas - embora eles ainda fossem menores do que os planetas de hoje, eles já eram esféricos e tinham uma estrutura interna em camadas.

Mas o espaço é um lugar dinâmico: a maioria dos planetesimais e proto-planetas que não se desenvolverem em planetas se fragmentaram novamente, em consequência de colisões com os planetas e suas luas.

"O Lutetia é uma sorte para nós," diz Holger Sierks, principal autor do estudo. "Só um número muito pequeno de corpos celestes ficou em tal fase precoce de desenvolvimento. Eles nos permitem lançar um olhar para o passado."

O Lutécia está permitindo que os cientistas olhem ainda mais para trás - para as próprias origens do sistema solar.

Seu pequeno tamanho, sua forma irregular e, acima de tudo, a sua elevada densidade, apontam para o fato de que ele é de fato um planetesimal.

"A partir das imagens, pudemos agora determinar o volume do Lutécia com muita precisão e, em seguida, a sua densidade", explica Sierks.

O Lutécia é um pequeno mundo, com crateras e montanhas. Os cientistas conseguiram identificar sete regiões morfologicamente distintas em sua superfície.

Fonte: Clique AQUI
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Fóssil Cósmico
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Mais um fóssil transicional esclarece origem humana
» [Dúvida] Teorema da Energia Cinética
» gravitação (unicamp)
» Cinemática
» Probabilidade

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Universo :: Corpos Celestes do Sistema Solar :: Asteróides-
Ir para: